26 de fev de 2012

A profecia Dark - Anthony E. Zuiker

Título: A profecia Dark
Autor: Anthony E. Zuiker com Duane Swierczynski
Editora: Record
ISBN: 9788501093134
Ano de lançamento: 2011
Páginas: 375
Classificação:


Os representantes da lei sabem que assassinos são categorizados em uma escala de 25 graus de perversidade, desde os simples oportunistas do grau 1 aos torturadores metódicos do grau 25.
O que quase ninguém sabe é que uma nova categoria de assassinos acaba de surgir.
Apenas um homem é capaz de detê-los.
Seu alvo: Assassinos de grau 26.
Seus métodos: Tudo o que for preciso.
Seu nome: Steve Dark.

Assim como o primeiro livro da série – Grau 26 A origem – esse consegue envolver o leitor de maneira única, extremamente rico em detalhes, não ficando por baixo de maneira nenhuma e não deixando a desejar nem nos vídeos.

Dessa vez temos um assassino que não é apenas cruel, mas também misterioso por ser perito na antiga arte do tarô.
Os cenários dos crimes são montados exatamente como algumas cartas de tarô, O enforcado, O louco, Três de copas, Dez de espadas, Dez de paus, Cinco de ouros, Roda da fortuna, O diabo, A torre e por fim A morte.
As mortes seguem essa ordem, e somente uma mente poderosa como a de um caçador de assassinos de grau máximo pode juntar as peças do quebra cabeças macabro.

Cinco anos se passaram desde que Sqweegel aparecera na vida de Steve Dark e virara tudo de cabeça para baixo, fazendo sua vida dar um giro de 360º.
Embora o monstro estivesse morto, Dark não conseguiu alcançar a paz que tanto queria.
Após a morte de Sibby Dark pediu demissão da divisão, mudou de casa e se afundava cada vez mais no porão de sua casa, viciado em histórias de homicídio e psicótico em manter a segurança da casa para trazer sua pequena filha Sibby para morar com ele assim que terminasse de arrumar seu quarto.

Tudo estava em paz, e por ser um dos caçadores mais notáveis de sua época começa a dar aulas na Universidade para pessoas que queriam seguir o mesmo caminho que ele, sua vida segue tranqüila como professor, até que uma misteriosa mulher aparece em sua vida.

Dark é um caçador nato, aquilo está em seu sangue mais do que ele possa imaginar, e quando a misteriosa mulher lhe oferece recursos ilimitados para caçar assassinos fazer justiça como bem quiser, Dark tem que tomar um decisão, ele se vê dividido entre o desejo de justiça e a ética que o fará refletir até onde ele pode ir a favor da lei, mesmo não fazendo mais parte da equipe do FBI.

Divido entre esses dois princípios, e mergulhado no caso mais do que gostaria e deveria, ele decide consultar uma cartomante, querendo entender o significado das cartas, levado pela curiosidade de entender o porque do assassno remontar as cenas com cartas de tarô. Ali ele descobre que não adianta fugir do próprio destino, e agora sabe que não existe saída, ele terá que enfrentar seus fantasmas para que consiga alcançar a paz que tanto deseja.

No decorrer do livro uma revelação é feita, pra quem leu atentamente Grau 26 a pulga já estava atrás da orelha, neste livro a pulga é revelada, mas não totalmente.

No que diz respeito a atrocidades, confesso que achei esse bem mais brando que o outro, porém, a riqueza nos detalhes torna o livro atroz da mesma forma.

Me arrependo de ter lido Grau 26, mas explico, agora que terminei o segundo livr da trilogia tenho que esperar o lançamento do próximo, e me mata. Hahahaha


Trailer do livro:





Boa leitura!


1 comentários:

Martha disse...

Julia, eu adoro suspense policial e amei os livros dessa série! Poder acessar as cenas e assistí-las, faz toda a diferença para tornar o livro mais intenso, né?

Postar um comentário