19 de mar de 2012

Desaparecido para sempre - Harlan Coben


Título nacional: Desaparecido para sempre
Título original:
Gone for good
Autor:
Harlan Coben
Editora:
Arqueiro
ISBN:
978-85-99296-70-7
Ano de lançamento:
2002
Lançamento no Brasil:
2010
Páginas:
318
Classificação:

No leito de morte, a mãe de Will Klein lhe faz uma revelação: seu irmão mais velho, Ken, desaparecido há 11 anos e acusado do assassinato de sua vizinha Julie Miller, estaria vivo. Embora a polícia o considere um fugitivo, a família sempre acreditou em sua inocência.

Ainda aturdido por essa descoberta e tentando entender o que realmente aconteceu com seu irmão, Will se depara com outro mistério: Sheila, seu grande amor, some de repente, e o FBI suspeita do envolvimento dela no assassinato de dois homens. Apesar de estarem juntos há quase um ano, Sheila nunca revelou muito sobre seu passado.

Enquanto isso, Philip McGuane e John Asselta, dois criminosos que foram amigos de infância de Ken, passam inexplicavelmente a rondar a vida de Will.

Para descobrir a verdade por trás desses acontecimentos, ele conta apenas com a ajuda de Squares – seu colega de trabalho em uma fundação de assistência a jovens carentes e proprietário de uma escola de ioga famosa ente as celebridades, o que lhe garante acesso a todo tipo de pessoas e informações.

Mestre do thriller de ação, Harlan Coben se supera nesta eletrizante história cheia de incriveis reviravoltas. Um suspense que mostra a busca pelo assassino, pela vítima e, acima de tudo, pela verdade.

Ao terminar de ler a última palavra da história e fechar o livro, minha vontade era sacudir as pessoas próximas e dizer "Você precisa ler essa história‼", mas me contive e vim fazer a resenha já que as informações estão fresquinhas na minha memória.

Esse é o típico livro que tem revelações bombásticas até a última página, sim, a última página do livro tem revelações.

Em seu leito de morte, a mãe de Will lhe faz uma revelação: Seu irmão Ken, desaparecido há mais de 11 anos e acusado pelo assassinato de Julie Miller - que em um passado distante fora o grande amor e a única ex namorada de Will – está vivo.

A polícia nunca teve provas suficientes para incrimina-lo, e baseados na ausência de provas e no amor que sentem por ele, a família sempre acreditou na inocência de Ken.

Após essa revelação Will se vê na obrigação de encontrar o irmão e descobrir toda verdade para que a mãe tenha o merecido descanso.

Mas as coisas começam a sair do controle quando ele começa por conta própria a investigar tudo sozinho.
Sheila, sua namorada e melhor amiga desaparece, deixando apenas um bilhete de despedida dizendo que o ama, e dias depois é encontrada morta, com sinais de tortura.
Will não sabia muito a respeito de seu passado, e para seu total desespero não sabe como agir quando as impressões digitais de Sheila são encontradas na cena de um crime do outro lado do país, no Novo México.

Com se não bastasse sofrer pela morte da mulher que ama, mas que ao mesmo tempo é uma completa desconhecida e não saber o paradeiro do irmão – que pode lhe esclarecer muitas dúvidas - Will ainda se vê perseguido incessantemente por Philip McGuane e John Asselta – mais conhecido como Fantasma – homens que no passado foram amigos de Ken, e que agora o perseguem e colocam a vida de todos ao seu redor em risco.

Will irá até as últimas consequências para enfim descobrir a verdade, arrancará coragem de onde ele jamais imaginou que existisse, e contará com o apoio de seu amigo Squares – que por conhecer pessoas influentes tem acesso a vários tipos de informações – e Katy Miller – a irmã mais nova de Julie, que presenciou o assassinato e quer de uma vez por todas colocar fim a todo sofrimento de sua família e ver o verdadeiro culpado atrás das grades pagando por seu crime.

Nessa caçada humana seguida de tragédias e mistérios sem respostas nada é o que parece ser, ninguém é o que diz ser.
É impossível prever o que acontecerá na página seguinte, o autor desafia nossa mente com os mistérios que introduz na obra, e quando achamos que está tudo descoberto e decifrado ele vem e muda todo curso da história.
É um livro de ação, tensão, é o tipo de leitura que você não consegue abandonar por mais que queira, você sempre quer saber o que está por vir e não se contenta enquanto não lê a última página.

"E de novo pensei no mal, nas formas que ele assume, em como nunca estamos realmente imunes à ele."
Página 311

Posso dizer sem sombra de dúvidas que é o melhor livro de ação que já li, tanto do gênero, quanto do autor.

Confesso, sou fã do Harlan Coben, de carteirinha, mas que os livros dele são ótimos isso é inegavél e não precisa ser fã pra afirmar.

Leitura mais que recomendada‼

E você, gostou? Então comenta‼

Beijos